skip to Main Content

Produtores Rurais são beneficiados com o FUNDERUR

Recuperação de solos, pastagem para alimentação animal, construções de piquetes e hortas são alguns dos investimentos que os beneficiados pelo Fundo Municipal de Desenvolvimento Rural (FUNDERUR), irão realizar em Santa Rosa.

Na tarde desta quarta-feira, 08, no primeiro dia do 29º Encontro Estadual de Hortigranjeiros foi realizado um ato simbólico da entrega do comprovante de depósito proveniente FUNDERUR, para seis produtores rurais de Santa Rosa. O ato ocorreu no auditório do Centro Administrativo Adelcko Camilo Beltrame.

A produtora rural, da Linha Cascata Norte, Ana Paula Martineli aposta em uma nova atividade, que dará seus primeiros passos com FUNDERUR. “Eu e minha família iremos construir uma horta, onde plantaremos, por exemplo, alfaces e tomates. Com esse investimento inicial pretendemos transformar a produção de hortigranjeiros na principal atividade em nossa propriedade”, disse.

Também foram beneficiados produtores do Rincão dos Rolim, Lajeado Tarumã, Linha Cascata Sul, Km 10 e Campo da Aviação.

De acordo com o Secretário de Agropecuária, Atanagildo G. Rorato, “O FUNDERUR é uma ferramenta que o poder público coloca a disposição do agricultor com o objetivo de contribuir na busca de alternativas para a produção, geração de renda e por consequência garantir melhores condições de vida, por meio da agregação de valor da sua produção”.

O ato também contou com a presença do presidente do 29º Hortigranjeiros, Ademir Bortoli; da coordenadora da feira, Neida Fröhlich; da chefe do escritório da Emater/RS – Ascar, Ivânia Polaczmski e do representante da Associação Regional de Educação, Desenvolvimento e Pesquisa (Arede), Ademir Amaral.  O Hortigranjeiros que tem entrada gratuita encerra domingo, dia 12 de agosto.

FUNDERUR promovendo qualidade no Campo

O FUNDERUR seleciona projetos desenvolvidos no município de Santa Rosa, nas áreas de insumos para correção de solo; de açudagem e irrigação; de formação de pastagens; de equipamentos para agroindústrias, de avicultura colonial e de hortigranjeiros; visando a produção de alimentos e obras de melhorias na infra-estrutura das propriedades rurais – destinados a associações de produtores ou pequenos produtores individuais. O objetivo é proporcionar melhorias nas atividades de produção de alimentos nas propriedades rurais.

“Os R$ 5 mil, disponibilizado para cada projeto é um atrativo inicial para melhorar as atividades do campo, proporcionando mais oportunidades para o produtor rural”, ressaltou Rorato.

Como Participar – O agricultor solicita o empréstimo na Secretaria de Agropecuária, mediante projeto técnico de viabilidade. Depois de aprovado pelo Conselho Municipal de Agropecuária e demais Secretarias envolvidas, o produtor recebe o recurso. Ele tem cinco anos para pagar com seis meses de carência, com 1% de juro anual.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com