O pavilhão 12, de Agroindústria e Hortigranjeiros, tem se reafirmado como um dos espaços mais tradicionais da feira. O público que visita o Parque Municipal de Exposições de Santa Rosa durante o evento pode conferir 68 espaços apenas neste pavilhão de 1700 m2, com destaque para a expressiva diversidade de produtos de agroindústrias e hortigranjeiros disponíveis para comercialização.

O coordenador da Comissão de Agroindústria e Hortigranjeiros, assistente técnico regional da Emater/RS-Ascar, Jorge João Lunardi, destaca que os expositores tem comemorado os resultados obtidos até o momento. “Um dos expositores vendeu em apenas dois dias 1.400 pasteis. No pavilhão há uma grande diversidade de produtos que podem ser conferidos pelos visitantes, de origem animal e vegetal, bem como artesanato rural”, comenta Lunardi. Dos 68 expositores, 23 são de Santa Rosa, sendo 18 vinculados à Associação de Produtores de Hortigranjeiros de Santa Rosa (Aprhorosa), e os demais de diferentes pontos do Estado. Lunardi lembra ainda que os visitantes podem adquirir alimentos, na grande maioria, produzidos pela agricultura familiar, com qualidade e dentro dos padrões higiênico-sanitários recomendados, já que a maioria das agroindústrias participante está cadastrada, incluída e contém o Selo Sabor Gaúcho do Programa Estadual de Agroindústria Familiar, coordenado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo e executado pela Emater/RS-Ascar.

O expositor Carlos Jek conta que participa desde a primeira edição. “Acompanhei meu pai Estefano, que era produtor de hortigranjeiros, no primeiro evento, que foi realizado em um único pavilhão, num domingo, e durou poucas horas porque todos os produtos foram vendidos. Naquele único dia vendemos mil unidades de repolho”, relata Jek, que segue sua participação com uma agroindústria que possui com sua família.

Entre os produtos disponibilizados para venda estão olerícolas diversas, panificados como pães, cucas, pastel, bolo, sanduíche, bolachas, doces, tortas, mouse, cupcake, waffel, roscas, rosquinhas, palitos, calça virada, sonhos, pão de queijo, pizzas, risólis, enrolados, chips, suspiros, além de salada de frutas, docinhos, brigadeiros, doces finos, derivados de chocolate, geleias, tomate seco, frutas em calda e molhos de tomate. Serão comercializados ainda derivados de vegetais como compotas, conservas, casquinha de laranja, frutas cristalizadas; derivados de cana-de-açúcar como melado, pé-de-moleque, rapadura, cri-cri, caldo de cana e puxa-puxa; derivados do leite como queijos de diferentes tipos, nata, iogurte, bebidas lácteas, ricota, doce de leite; e derivados de carnes como salames, copas, embutidos, peixes, bacon, carne suína, torresmo, salsichão, mortadela e banha. Também são oferecidos outros produtos como erva-mate, café, amendoim, soja, arroz, polvilho e feijão, e bebidas como sucos, néctar de frutas, graspa, brandy, cachaças, licores e vinhos.

No mesmo pavilhão há espaço para o artesanato rural, com exposição de laços, cuias, facas, ponches, caseados, crochê e boinas.

Realização

                

 

Patrocínio

                                                                                                                              

Apoio

                                                                                

Produtor Cultural